Negócio com resgate de crianças desamparadas
15-09-2006 | Fonte: RNA
Pessoas que acolheram crianças desamparadas durante a guerra estão a transformar o pedido de regaste dos pais necessitados em negócio de alto lucro no Bié.

A denúncia foi feita esta quarta-feira, pela a responsável do programa de acolhimento do Ministério da Assistência e Reinserção Social naquela província, Evangelista Chamalo, em entrevista à Rádio Nacional de Angola (RNA). Segundo a responsável, os pais biológicos que pretendem recuperar os seus filhos estão a esbarrar em avultadas exigências financeiras e materiais que lhes são feitas pelos tutores transitórios. Este factor, indignou-se, está a embaraçar agora o programa de localização e reunificação familiar em curso na região desde o fim da guerra.

Recordou como causa determinante do abandono dos filhos em mãos alheias a guerra, associada à grande pobreza de muitas famílias.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação