Investigação Criminal apreende 14 mil e 511 quilates de diamantes
14-09-2006 | Fonte: Angop
Catorze mil e 511 quilates de diamantes foram apreendidos, no primeiro semestre deste ano, pela Direcção Nacional de Investigação Criminal (DNIC), no país. Segundo fontes da Angop, durante os primeiros seis meses de 2006, a DNIC apreendeu igualmente dez mil e 824 gramas de cocaína, duas mil e 150 gramas de cannabis (liamba) e 175 gramas de heroína, indicou à Angop, a sub-inspectora, Ivone Costa, do Departamento de Droga, durante a Feira Internacional de Turismo e Cultura (FITEC) inaugurada esta quinta-feira.

A mesma fonte, acrescentou ainda, que a DNIC apreendeu ainda 126 viaturas, 415 telemóveis, 71 explosivos, nove mil e 584 munições, mil e 635 armas e 570 carregadores.

Referiu que em termos de crimes mais relevantes, a DNIC registou, nos seis últimos meses deste ano, 714 acções de tráfico de drogas, dois mil e 485 furtos, entre diversas outras práticas criminosas.

Além dessas, sublinhou que como operações de maior destaque a DNIC realizou, de 23 a 25 de Janeiro deste ano, entre outras, acções de combate ao roubo de gado, droga e viaturas, com a participação de órgãos da Namíbia e da África do Sul, nas províncias da Huíla, Cunene e Namibe. Desta operação resultou a apreensão de 33 automóveis.

De 19 a 20 de Junho de 2006, acrescentou, a DNIC combateu igualmente o roubo de gado, droga e viaturas, com representantes da Namíbia e África do Sul, nas localidades de Luanda, Benguela, Huambo, Namibe, Huíla e Cunene, tendo sido apreendidos 26 carros.

A direcção Nacional de Investigação Criminal participa da FITEC para expor, entre outros artigos, produtos apreendidos como diamantes, cocaína, herína e Liamba. O evento termina este Domingo.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação