Anselmo Ralph vence Top Rádio Luanda
25-11-2006 | Fonte: Angop
Com a música "Não Vai dar" do disco Histórias de Amor, o cantor Anselmo Ralph venceu o Top Rádio Luanda(RL), edição 2006 com dois mil e 197 votos do público.

Numa votação onde o público utilizou um dos números atribuídos pela Movicel, bem como o site RNA.ao, sagrou-se em segundo lugar Yuri da Cunha, com mil e 923 votos, com a música "Está a doer".

Após ter recebido um cheque de sete mil dólares, diploma, telefone da Movicel e um galardão (estatueta), Anselmo Ralph disse à imprensa, que este prémio representa o reconhecimento do público e da rádio, promotora deste concurso, do trabalho por ele desenvolvido ao longo do ano.

"Estive a concorrer com um indivíduo, com muito público e talento, Yuri da Cunha, razão pela qual acredito que ter ganho não significa ser o melhor, mais sim este é o meu tempo", referiu.

Daqui para frente, Anselmo Ralph promete trabalhar sempre e cada vez mais para o progresso da música angolana e alegrar os seus fãs.

Além do primeiro lugar do Top RL, Anselmo Ralph foi escolhido como a revelação masculina do ano, a par de Karina dos Santos, revelação feminina.

Yuri da Cunha foi igualmente o melhor cantor de semba e kizomba, com as canções "Simão" e "Está a doer", bem como a melhor produção discográfica atribuída ao seu disco "Eu", tendo direito, neste último galardão, a três mil dólares, um diploma, estatueta e telefone da Movicel.

Para melhor voz masculina e feminina a indicação coube a Mig e Yola Semedo, os quais receberam 1.500 dólares, um diploma, galardão e um telefone da Movicel.

Os Demónios do Sambizanga "Os Lambas" foram os melhores no que toca ao Kuduro do ano; instrumentista, Pedrito (viola baixo do grupo os Versáteis); arrangista, Presilha; Badalada do ano: "Dias da semana" de Yola Semedo; Melhor Arranjo gráfico, Rubens Produções, com obra de Tony Guxi; Rapper do ano, Father Mack e melhor Banda Musical, os "Versáteis".

Todos estes tiveram direito a um diploma, um galardão e um telefone da movicel, além de que houve menções honrosas para muitos dos que têm contribuído para o progresso da musical angolana, como as Produtoras B.Max, Kriativa, Casa Blanca, o grupo SSP e tantos outros.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação