Sangue à venda no «Mercado dos Kwanzas» em Luanda
16-12-2006 | Fonte: Rádio Ecclésia
Está a ser comercializados sangue humano no mercado dos “kwanzas”, em Luanda. Os vendedores dizem que o negócio vai bem. A maior parte deles, são jovens de origem humilde que dizem ter estudado e agora dedicam-se a venda do «líquido da vida» e outros medicamentos por falta de emprego.

Segundo uma reportagem da Rádio Ecclésia, todos os tipos de sangue pode-se encontrar naquele mercado ao ar livre.

“Nós conseguimos todos os tipos de sangue, é só vires aqui, nós temos”, disse um jovem vendedor de sangue no mercado dos kwanzas.

Questionado qual o grupo de sangue mais caro comercializado naquele mercado, o jovem respondeu: “é tudo o mesmo valor”.

Além do sangue, os mesmos comercializam outros produtos medicinais, como o algodão, ampolas, soros e outros. Os vendedores consideram a sua actividade como uma alternativa ao mercado formal e que as suas fontes praticam preços acessíveis. “Nós conseguimos, atreveis dos armazéns que estão aqui próximo, os preços lá são acessíveis”, disse uma outra comerciante de medicamentos em declarações à Emissora Católica de Angola.

Estes vendedores, segundo àquela estação radiofónica, também fazem análises clínicas no mercado. “Se quiseres podemos fazer, e depois compras os medicamentos e se curas” revelaram.

Entretanto, para o bastonário da Ordem dos Médicos, João Bastos, este é um caso de polícia. No dizer do médico, em nenhum momento o sangue deve ser comercializado. “Este é um produto que não pode ser adquirido no mercado, este é uma questão que já ultrapassa todas as competências, mas é um caso de polícia”, frisou.

Por sua vez, o Ministro da Saúde, Sebastião Veloso, considera a situação de grave, e invoca por isso, a responsabilidade de cada um no combate a este mal.

O governante, disse ser um problema social que tem que ser analisado com bastante atenção. “Estes medicamentos invés de prolongar a vida das pessoas, reduz”, lamentou.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação