Savimbi será enterrado junto dos pais no Bié, garante Vatuva
24-02-2007 | Fonte: Lusa
O secretário-geral da UNITA, Mário Vatuva, garantiu hoje em Luena, no Leste de Angola, que os restos mortais de Jonas Savimbi(na foto), serão transladados para a sua terra natal, na província do Bié, planalto central de Angola.

Em declarações à Agência Lusa, Vatuva adiantou que o fundador da UNITA ficará sepultado junto ao túmulo dos seus pais na comuna de Lopitanga, no município do Andulo.

«Não temos ainda datas definitivas para a transladação dos restos mortais do Dr. Savimbi, mas temos o compromisso do partido e dos militantes e reiteramos aqui que os restos mortais de Savimbi vão ser levados para junto dos seus familiares», salientou.

O secretário-geral da UNITA acrescentou que o partido vai iniciar os trâmites para a exumação do corpo, facto que até agora não tinha acontecido por haver condicionantes de ordem legal, como seja a proibição de o fazer até estarem cumpridos cinco anos da morte.

«Isto agora está ultrapassado, o que nos permite a partir de agora tomar uma decisão e isto vai depender da vontade do partido e dos militantes», frisou.

O secretário-geral lembrou a última vez que esteve com Savimbi, em 1999, na margem esquerda do rio Cunhinga, no Bié, quando teve de flectir para ocidente, ao mesmo tempo que a coluna com o presidente do partido seguia para o Leste do país.

Sobre a sobrevivência do partido cinco anos depois da morte do seu fundador, Vatuva mostrou-se contente pelo facto da UNITA ter continuado a existir e sem se ter transformado numa coisa insignificante como alguns preconizaram.

«Felizmente, nem uma coisa, nem outra aconteceu e hoje temos não só a UNITA a existir, mas uma UNITA à altura de poder ser uma alternativa de poder em Angola», afirmou.

«Temos apenas de nos situar. Houve um período da UNITA com o Dr. Savimbi e hoje temos uma UNITA sem o Dr. Savimbi», acrescentou. Segundo Vatuva, «o mais o importante é que a UNITA tem (hoje) uma matriz e identidade própria» com «fundamentos» e «pilares» onde «assenta» a sua intervenção política.

Em relação ao facto de nenhum familiar do antigo líder se ter deslocado a Luena para as cerimónias do quinto aniversário, Mário Vatuva referiu que a única pessoa que deveria ter seguido na comitiva da UNITA desde Luanda era Judite Pena, irmã de Savimbi que, no entanto, se viu impedida de viajar por doença.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
A CASA de Abel Chivukuvuku:
  • Vai reforçar a prática da democracia
  • Não vai trazer nada de novo
  • Vai retirar eleitorado ao MPLA
  • Vai retirar eleitorado a UNITA
  • Vai retirar eleitorado ao MPLA e a UNITA