«Deolinda Rodrigues não foi morta em 2 de Março», diz Ruth Neto
06-03-2007 | Fonte: LAC
A deputada do MPLA Maria Ruth Neto(na foto), disse esta terça-feira, que Deolinda Rodrigues não foi morta a dois de Março, data em que se comemora o dia da Mulher angolana.

Falando ao programa “Café da Manhã” da Luanda Antena Comercial (LAC), Ruth Neto fez saber que só os elementos da UPA (FNLA) poderão dizer o verdadeiro dia em que Deolinda e suas companheiras foram assassinadas.

“Nós só tivemos conhecimento da data da prisão delas que foi à 2 de Março”, disse Ruth Neto, acrescentando que este dia deve somente ser celebrado pela prisão.

“Nós não sabemos quando é que elas morreram, sabemos que foi em 68, mas não sabemos, nem o mês nem dia. Agora a prisão foi mesmo à 2 de Março depois disso nunca mais se viu e tivemos conhecimento mais tarde que foram assassinadas”, explicou.

Segundo Ruth Neto, só os antigos elementos da UPA poderão explicar a verdadeira data da morte de Deolinda Rodrigues e outras companheiras. “Só eles podem dizer para facilitar as coisas”, disse.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação