PUBLICIDADE
Pornografia infantil é ainda desconhecida em Angola
07-11-2007 | Fonte: JA
A pornografia infantil é um fenómeno desconhecido em Angola, segundo o director nacional de Investigação Criminal, Eduardo Cerqueira, que participa na 67ª reunião da assembleia-geral da Interpol, a decorrer em Marraquexe, no Marrocos.

Pornografia infantil propriamente dita, em Angola, não! Mas pornografia no geral já vai aparecendo, afirmou Eduardo Cerqueira. Por esse motivo, adiantou, temos estado a trabalhar no sentido de conseguirmos localizar os autores desse tipo de acto anti-social.

O mais alto responsável da DNIC citou como exemplos algumas acções desenvolvidas em Benguela e Luanda. Em Benguela, foram detectados alguns elementos que faziam circular fotos de pornografia na Internet. As pessoas envolvidas acabaram presas, já que faziam brincadeiras de mau gosto.

Avançou que, nestes casos, jovens do sexo feminino permitem que os seus parceiros, durante o acto sexual, façam fotografias com telemóveis, não sabendo depois o aproveitamento a dar às imagens. De forma desonesta e até deplorável, contra tudo o que é norma de civismo, lançam isso na Internet.

Eduardo Cerqueira adiantou que às vezes são amigos e familiares quem pratica esses actos.

Eduardo Cerqueira integra a Delegação Angolana à Assembleia-Geral da Interpol, chefiada pelo Comandante Geral da Polícia Nacional, Ambrósio Lemos.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
Quais os motivos que levaram Angola a obter resultados negativos na corrida ao CAN 2015
  • Os adversários são mais fortes
  • Falta jogadores de qualidade
  • Problemas administrativos
  • Equipa Técnica