Contas pesadas para suportar filho numa creche em Luanda
25-01-2008 | Fonte: Economia & Finanças/Jornal de Angola
São sete horas da manhã. Estamos defronte à creche “Pica-Pau Amarelo” no Luanda -Sul. As cores amarelas e verde dão uma outra vista ao edifício desenhado com o pato Donald, Mike, bolas e flores.

A azáfama está instalada. Adultos e crianças de mãos dadas. De repente vislumbra-se viaturas com crianças a bordo. Enfim, o frenesim entre os presentes é momentaneamente incontornável. O cenário repete-se todos os dias de manhã nas creches espalhadas na capital do país. Nesse período matinal, o movimento torna-se mais intenso.

Num instante, a creche fica apinhada de petizes. É próprio nesse período a julgar pelas férias prolongadas em função da quadra festiva.

Nessa altura, alguns entram e outros com idade escolar no caso daqueles com mais de cinco anos abandonam o local para dar lugar às outras crianças. Geralmente, é no princípio do ano, já a pensar no início do próximo ano lectivo, os encarregados de educação preocupam-se em inscrever a sua criança numa creche. Muitos jogam na antecipação para acostumar a criança ao ambiente da creche.

Não tem sido fácil em tão pouco tempo, as crianças ambientarem-se com o cenário, mas sempre tem havido êxito. Ou seja, elas acabam por se ambientar.

Na hora da recepção, a trabalhadora recebe as crianças e rigorosamente dá uma olhadela na pasta de cada uma delas, conferindo tudo que traz. Assim mandam as obrigações de cada casa.

O procedimento repete-se no período da tarde, na hora da saída. Porém, a pratica de levar os meninos às creches vai sendo cada vez mais usual.

A procura dos serviços está a criar a abertura de mais locais. Se num passado recente as pessoas preferiam contratar alguém para tomar conta do filho menor, hoje a situação é outra. Na creche do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, para a inscrição de uma criança de um aos cinco anos, o tutor paga 50 dólares ou o equivalente em Kwanzas.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
A CASA de Abel Chivukuvuku:
  • Vai reforçar a prática da democracia
  • Não vai trazer nada de novo
  • Vai retirar eleitorado ao MPLA
  • Vai retirar eleitorado a UNITA
  • Vai retirar eleitorado ao MPLA e a UNITA