A história no ponto zero
23-02-2009 | Fonte: SA (Jaime Azulay)
A morte, em combate, do presidente da UNITA, Jonas Malheiro Savimbi, no dia 22 de Fevereiro de 2002, tornou-se no acontecimento que encetaria uma espectacular reviravolta nos palcos do gongevo no conflito angolano. A história viria de imediato a comprová-lo.

Savimbi era simultaneamente o princípio e o fim de um foco de conflitualidade cujas raízes e razões marcaram a sua paradoxal trajectória política e militar: passou de guerrilheiro de inspiração maoista (estudou na Academia Militar de Nan-kin em 1967), sendo depois, na década de 80, considerado um «Freedon Fighter», ou combatente da liberdade contra o expansionismo soviético (título atribuído pelo presidente dos EUA, Ronald Reagan) e mais tarde, após perder as eleições de 1992, para cuja concretização ele afirmava ter lutado toda a sua vida, viria a destilar as teses de um pretenso conflito de matriz étnica e racial que reclamava a oposição «dos povos do sul» contra uma «elite crioula privilegiada» que mandava em Luanda.

O certo é que na sequência da perda dos bastiões do Andulo e do Bailundo, na região centro, em Outubro de 1999, Savimbi passou a ser perseguido tenazmente pelas forças do governo. Após atravessar o rio Kuanza, a nordeste da Nharea, encetaria uma longa marcha para Leste, desprovido dos meios rolantes de que dispunha anteriormente no Andulo, como os modernos e cómodos jeeps «Land-Cruiser VX», pois ele próprio os mandou destruir para que «não caíssem nas mãos do inimigo».

A história regista que já tinha feito o mesmo no dia 15 de Março de 1976 ao ordenar que todos veículos «fossem regados com gasolina e incendiados» durante a primeira Longa Marcha em direcção à nascente do Lungue-Bungo, após ter abandonado a antiga vila de Gago Coutinho (actual Cangamba) no Moxico, na companhia de 4000 pessoas com as quais viria a desencadear uma guerra de guerrilhas contra o MPLA, que proclamara unilateralmente a independência de Angola, em Novembro de 1975.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação