Seis universidades públicas para servirem o país inteiro
26-02-2009 | Fonte: Jornal de Angola
O Conselho de Ministros aprovou ontem a criação de mais seis universidades públicas e o redimensionamento da Universidade Agostinho Neto, no quadro de um programa de reorganização da rede de instituições do ensino superior público.

Foram criadas a Universidade 11 de Novembro, com sede em Cabinda, cobrindo igualmente a província do Zaire, a Universidade José Eduardo dos Santos, com sede no Huambo, com extensão no Bié e Moxico, a Universidade Mandume, com sede na Huíla, cobrindo as províncias do Namibe, Kuando-Kubango e Cunene.

O Governo criou também a Universidade Kimpa Vita, com sede no Uíje e extensão no Kuanza- Norte, a Universidade Lwegi, com sede na Lunda-Norte, estendendo-se a Lunda-Sul e Malanje, e a Universidade Katiavala, com sede em Benguela, cobrindo igualmente o Kwanza-Sul.

Como resultado do seu redimensionamento, a Universidade Agostinho Neto vai manter a sua sede em Luanda, cobrindo também a província do Bengo, perfazendo assim as sete regiões académicas criadas pelo Governo.

De acordo com o comunicado saído da segunda sessão ordinária do Conselho de Ministros, orientada pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, o redimensionamento e a reorganização da rede do ensino superior tem como finalidade a sua expansão ordenada e a sua adequação aos objectivos estratégicos de desenvolvimento económico, social, tecnológico e comunitário da sua área de inserção, em conformidade com os programas do Governo.

O Conselho de Ministros também o decreto que estabelece as normas gerais reguladoras do Subsistema de Ensino Superior, que não é aplicável às academias militares e para militares, às instituições de ensino pertencentes às diferentes confissões religiosas e às escolas de formação de quadros dos partidos políticos.

Segundo o Secretário de Estado para o Ensino Superior, Adão do Nascimento, o diploma aprovado resulta da constatação de que “precisamos melhorar substancialmente a regulação, tanto das instituições do ensino superior como bem como o próprio Subsistema de ensino superior”.

Adão do Nascimento explicou que depois da aprovação das regras de base surgirão outros instrumentos reguladores mais específicos sobre os currículos, financiamentos, corpo docente, corpo discente, gestão e vários outros documentos para melhorar a gestão do ensino superior.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
A CASA de Abel Chivukuvuku:
  • Vai reforçar a prática da democracia
  • Não vai trazer nada de novo
  • Vai retirar eleitorado ao MPLA
  • Vai retirar eleitorado a UNITA
  • Vai retirar eleitorado ao MPLA e a UNITA