Nosso Centro Gamek descentraliza serviços
12-05-2009 | Fonte: Jornal de Angola
O PRESILD Nova Rede Comercial e o Governo Provincial de Luanda lançaram, ontem, em Luanda, o Nosso Centro Gamek, centro de descentralização de serviços comerciais, públicos e privados.

A governadora provincial de Luanda, Francisca Espírito Santo, no acto de apresentação do programa, disse que, na perspectiva da descentralização dos serviços e comércio, o governo está a desenvolver o projecto que vai permitir às pessoas deixarem de procurar serviços no centro da cidade.

Francisca Espírito Santo citou exemplos de pessoas que para tratarem do Bilhete de Identidade, do Registo Criminal, da carta de condução, de documentos nos Serviços de Emigração e Fronteira têm de se deslocar à Baixa, percorrendo longas distâncias. O Nosso Centro, disse, vai permitir reunir, num único espaço, um conjunto diversificado de serviços e comércio, localizado estrategicamente num ponto de grande circulação e concentração populacional.

A primeira unidade Nosso Centro está a ser implantada na área adjacente ao Nosso Super do Gamek, no Morro Bento, zona de Luanda Sul.

O local tem um terminal rodoviário, que facilita o transporte inter-provincial, com autocarros que ligam a cidade de Luanda às regiões do litoral, centro e sul e vice-versa. O Nosso Centro Gamek tem disponíveis 80 espaços, que comerciantes de vários ramos podem alugar.

O projecto envolve os ministérios das Finanças, do Interior, Comércio, Transporte, Obras Públicas, Justiça , Energia e Águas.

Está prevista a construção de centros iguais nos municípios de Viana e Cacuaco.

Nosso Centro Gamek promove a formação

A direcção do Nosso Centro Gamek, foi anunciado, vai promover cursos de formação em gestão para os arrendatários, tendo em vista o êxito dos diferentes serviços e comércios a instalar no espaço.

A vice- ministra das Obras Públicas, Manuela Bezerra, disse, após a visita do local, que o papel das Obras Públicas é o de garantir o alargamento da via rodoviária para o acesso ao Nosso Centro.

Mostrou-se feliz por a obra estar mais de 50 por cento feita: “Está num bom ritmo, os trabalhadores estão empenhados em cumprir com a data estabelecida”.

Pesquisa à população

O PRESILD efectuou uma pesquisa junto dos clientes do Nosso Super e nos domicílios da área que envolvem o centro comercial. Das 1.500 pessoas entrevistadas, 90 por cento solicitaram a instalação de serviços de Águas, Electricidade, de Bilhete de Identidade e de carta de condução, enquanto 70 por cento pediram o registo criminal, licença de construção e reabilitação de casas e serviços notariais.

O inquérito revelou que, em relação aos serviços privados, 80 por cento da população quer serviços de saúde, institutos de beleza, bancos, cyber café, centros de fotocópias e lojas de conveniência.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação