União Europeia vai interceder por Cabinda
27-01-2010 | Fonte: VOA
O parlamento europeu vai interceder junto da Comissão Europeia e dos governos europeus para que seja revista a situação dos Direitos Humanos em Cabinda. A decisão ficou conhecida esta Terça-feira depois de uma mesa redonda de parlamentares europeus em Bruxelas sobre a violação dos direitos humanos em Cabinda por parte do governo angolano.

As recentes detenções de activistas cabindenses chamaram a atenção dos eurodeputados sobre a onda de prisões arbitrárias de figuras políticas e associativas em Cabinda. Ana Gomes, eurodeputada portuguesa foi um dos promotores da mesa redonda desta Terça-feira e ela disse a Voz da América o que vai ser feito por parte dos organismos e dos governos europeus com relação a Cabinda.

A mesa redonda do parlamentares europeus contou com a presença de uma destacada figura da vida sociopolítica de Cabinda. Trata-se do Padre Jorge Congo, conhecido como um activista pelas causas cabindense.

Ultimamente tem-se referido que ele é um dos elementos perseguidos pela justiça angolana e os parlamentares europeus consideram-no como um dos actores incontornáveis do processo de pacificação política.

Enquanto isso, em Cabinda a população diz-se profundamente marcada pelas recentes detenções de activistas sociais e lideres religiosos.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
Quais os motivos que levaram Angola a obter resultados negativos na corrida ao CAN 2015
  • Os adversários são mais fortes
  • Falta jogadores de qualidade
  • Problemas administrativos
  • Equipa Técnica