Recursos florestais de Angola são mal explorados
19-03-2010 | Fonte: RNA
O ministério da Agricultura e Pescas vai realizar, a nível nacional, um inventário florestal para determinar a quantidade de florestas que o país possui.

Segundo André de Jesus Moda, vice-ministro para as Florestas, o processo de elaboração do inventário será um banco de dados que vai permitir divulgar a quantidade do recurso que o país possui, pois só assim se poderá começar a sua exploração de forma objectiva, em quantidade e qualidade, correspondendo com as exigências nacionais e internacionais.

André Moda, em declarações à imprensa por ocasião do Dia Mundial das Florestas que se assinala este sábado, disse que em Angola a exploração é feita de forma tradicional pelas populações e por empresas que trabalham em quase todo país onde abunda a floresta tropical húmida.

Adiantou que em Angola são registadas queimadas anárquicas e não autorizadas principalmente nas regiões do centro e norte sem se medir as consequências que estas podem transmitir ao ecossistema.

"Vivemos um certo abuso na gestão destes recursos que são importantes para as nossas vidas, pois são o nosso sustentáculo. Uma vez mal usadas nós arruinamo-nos", frisou.

Segundo o vice-ministro, quem planta uma árvore dá vida a milhares de pessoas, sobretudo através da purificação do ar.

"A pressão que o homem faz sobre as arvores é tão exagerada que nós não sabemos o dia de amanhã " sublinhou.

Angola possui florestas artificiais e naturais numa área de 53 milhões de hectares.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
A CASA de Abel Chivukuvuku:
  • Vai reforçar a prática da democracia
  • Não vai trazer nada de novo
  • Vai retirar eleitorado ao MPLA
  • Vai retirar eleitorado a UNITA
  • Vai retirar eleitorado ao MPLA e a UNITA