Guiné-Bissau: Na Tchuto e Camara são traficantes de Drogas
08-04-2010 | Fonte: VOA
Os Estados Unidos anunciaram hoje que congelaram os bens do chefe de Estado-Maior da Força Aérea da Guiné-Bissau, Ibrahima Papa Camara e do contra almirante José Américo Bubo Na Tchuto(na foto) por envolvimento no tráfico de drogas.

O departamento do tesouro disse que Camara e Bubo na Tchuto jogam um "papel significativo no tráfico de drogas". O departamento acusou os dois dirigentes militares de estarem ligados ao caso de um avião que transportou varias centenas de kilos de cocaína da Venezuela para a Guine Bissau a 12 de Julho de 2008.

Bubo na Tchuto, diz o comunicado "há muito que suspeito de ser um dos principais facilitadores de tráfico de narcóticos na Guine Bissau". O documento acrescenta que este oficial é cúmplice nas actividades que levaram á detenção ilegal do primeiro ministro Carlos Gomes Júnior e outros a 1 de Abril 2010.

"As medidas tomadas hoje sublinham o papel nefasto que a corrupção ligada ao tráfico de droga desempenha na África Ocidental, em particular na Guiné-Bissau", sublinha o Departamento do Tesouro. O documento diz que a Guiné-Bissau é um ponto de trânsito para drogas vindas da América do Sul a caminho da Europa.

A decisão do departamento do Tesouro significa que cidadãos americanos estão proibidos de levar a cabo qualquer transacção financeira ou comercial com os dois oficiais cujos bens nos Estados Unidos foram congelados
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação