PUBLICIDADE
Fraude na Universidade Independente de Angola
12-05-2010 | Fonte: JA
A Universidade Independente de Angola (UNIA) informou ontem, à imprensa, que o sistema de registo electrónico de consulta de notas dos estudantes foi invadido, o que culminou na alteração da pontuação de alguns alunos.Segundo o vice-reitor para os assuntos científicos daquela instituição, Nuno Gomes, as irregularidades no sistema automático foram detectadas graças a um alerta de docentes.

As suspeitas surgiram entre Novembro e Dezembro de 2009, durante defesas de trabalhos de fim de curso, em que alguns professores reconheceram estudantes reprovados na sua disciplina. Outro motivo que levou a direcção a uma série de desconfianças, referiu, é o facto de os alunos dos últimos anos pressionarem de forma suspeita na entrega de certificados e declarações para efeito de trabalho, esclareceu o vice-reitor para os assuntos científicos da UNIA. “Após um processo de averiguação, foram identificadas algumas notas alteradas e acrescentadas, sem suporte documental que justifique, que são pautas assinadas pelo docente responsável de cada disciplina”, comentou. O vice-reitor para os assuntos científicos da Universidade Independente de Angola, Nuno Gomes, garantiu que foram comprovados os acessos ilícitos, inclusive fora das horas de expediente, utilizando palavras-chaves usurpadas a funcionários.

Nuno Gomes esclareceu quem foram os beneficiados descobertos após uma auditoria, e que os presumíreis autores da fraude são estudantes e funcionários do centro informático da universidade. Os suspeitos foram suspensos da actividade laboral. O vice-reitor para os assuntos científicos da UNIA afirmou que o sistema de segurança já foi reforçado e alterado para o “Sistema Biométrico” (com reconhecimento de impressões digitais), e está em fase de actualização.

Considerando a gravidade da situação, disse, a direcção da universidade suspendeu todos os actos administrativos relacionados com a emissão de certificados, declarações e informações de notas durante o período da auditoria.

O caso está entregue à Direcção Provincial de Investigação Criminal de Luanda, e neste momento sob averiguação. Decidiu tornar pública a informação no sentido de alertar as instituições do país, em particular as universidades, por formas a estarem cada vez mais atentas a esse tipo de fraudes.

A Universidade Independente de Angola tem cerca de cinco anos, e lecciona os cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Recursos Naturais e Ambiente, Engenharia Electrónica e Telecomunicações, Ciências de Comunicação, Gestão e Marketing e Direito.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
Quais os motivos que levaram Angola a obter resultados negativos na corrida ao CAN 2015
  • Os adversários são mais fortes
  • Falta jogadores de qualidade
  • Problemas administrativos
  • Equipa Técnica