Roberto de Almeida quer reforço do patriotismo nos angolanos
16-06-2011 | Fonte: Angop
O vice-presidente do MPLA, Roberto Victor de Almeida, defendeu hoje (quinta-feira), na cidade de Ondjiva (Cunene), a necessidade de se inculcar nas crianças, adolescentes e jovens valores tendentes a promoção do patriotismo em Angola.

“Há um patriotismo natural nas nossas populações e isto fica patente por ocasião de determinados eventos que se realizam no país”, afirmou o dirigente, para quem sente-se isto em actos ou eventos desportivos, como quando joga a selecção nacional.

Apesar do reconhecimento, asseverou que é preciso inculcar estes valores desde muito cedo nas crianças e na juventude, para que o sentido da palavra “angolano significa um homem de valor, de qualidades morais, cívicas, que ama a justiça, o seu semelhante e está pronto a trabalhar para o bem e engrandecimento do país”.

Neste quadro, disse Roberto de Almeida, é importante também que passemos a encarar os símbolos nacionais com mais respeito e dignidade, por encarnarem a trajectória de Angola desde o início da luta, da clandestinidade e do exílio.

“Portanto, têm de ser devidamente valorizados e tido em conta para que simbolizam o que de melhor possuímos e que custou bastantes sacrifícios as gerações passadas”, afirmou a cerca dos símbolos nacionais.

Na cidade de Ondjiva desde hoje para uma visita de trabalho de três dias, Roberto de Almeida faz-se acompanhar de membros do Bureau Político do MPLA, com destaque para os secretários para informação e propaganda e para os assuntos económicos e sociais, respectivamente Rui Falcão e Manuel Nunes Júnior.

A sua chegada foi recebido pelo primeiro-secretário provincial do MPLA, António Didalelwa, pela coordenadora do grupo de acompanhamento do Bureau Político do partido à província, Paula Inês Ndala, e pela directora do Gabinete para a Cidadania e Sociedade Civil do Comité Central do partido, Fátima Viegas.

O responsável tem agendado para hoje uma reunião com a Comissão Executiva do Comité Provincial do MPLA no Cunene, visitas a estrada nacional 105, as obras de construção do porto seco, linhas de energia de alta tensão e apreciará o projecto de requalificação de Santa Clara.

O período da tarde está reservado para visitas aos diques de protecção, estrada de Oifidi, casas para sinistrados, reservas fundiárias de Ekuma, novas salas de aulas do Instituto Superior Político do Cunene e a sub-estação de energia eléctrica.

Deslocação a residência para a juventude, projecto para o novo centro administrativo do governo da província e ao hospital provincial constam das actividades programadas para hoje.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
Quais os motivos que levaram Angola a obter resultados negativos na corrida ao CAN 2015
  • Os adversários são mais fortes
  • Falta jogadores de qualidade
  • Problemas administrativos
  • Equipa Técnica