Futuras notas e moedas sem efígies de Presidentes, revela NJ
03-10-2011 | Fonte: Novo Jornal
As novas notas e moedas do Kwanza, que poderão entrar em circulação nos próximos meses, não terão as efígies do Presidente fundador da Nação, Agostinho Neto, e do actual Chefe do Estado, José Eduardo dos Santos.

Segundo uma fonte do semanário "Novo Jornal", tudo vai acontecer dentro desta legislatura, durante a qual a Assembleia Nacional aprovará também as novas cédulas, muito provavelmente antes do final de ano.

“De entre as novas notas que entrarão em circulação deverá constar uma no valor de 5.000.00 Kwanzas”, acrescentou a fonte, afirmando que as futuras notas e moedas terão efígies de belezas naturais e de alguns reis de Angola.

Refira-se que o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, vai discursar sobre o estado da Nação, na cerimónia de abertura da IV sessão Legislativa da II Legislatura, a realizar-se no dia 18 de Outubro, como estabelece a Constituição.

A Constituição determina que o discurso tem que ser proferido no dia 15, mas como o dia 15 calha num sábado a segunda-feira seguinte, dia 17, é reservada para reuniões dos grupos parlamentares.

“Haverá muitas novidades na intervenção do Presidente da República”, resumiu a nossa fonte.

O Kwanza foi introduzido após a independência de Angola. As primeiras moedas foram cunhadas sem data de emissão, apesar de todas ostentarem a data da independência do país, 11 de Novembro de 1975 e a inscrição “República Popular de Angola (RPA)” Tinham o valor de 10, 20, 50 lwei, 1, 2, 5 e 10 kwanzas. Em 1978 foram cunhadas moedas de 20 kwanzas. A última data a aparecer nestas moedas foi 1979.

As primeiras cédulas datavam de 1976, mas só foram emitidas em 1977 pelo Banco Nacional com o valor de 20, 50, 100, 500 e 1.000 kwanzas. A nota de 20 kwanzas foi substituída pela moeda em 1978.

Em 1990, o novo kwanza foi introduzido, com o código ISO 4217 AON. Apesar da sua paridade em relação ao kwanza anterior, os angolanos só puderam trocar 5% das notas antigas por novas. O resto das notas teria que ser trocado por títulos do Governo. O novo Kwanza foi vítima de uma forte inflação.

Apenas foram emitidas notas. As primeiras cédulas emitidas em 1990 eram apenas impressões sobrepostas em notas antigas, com a nova designação: novo Kwanza.

Em 1991, a palavra “novo” foi abandonada nas emissões de notas de 100, 500, 1.000, 5.000, 10.000, 50.000, 100.000 e 500.000 kwanzas.

Apesar da taxa de câmbio para o kwanza anterior ser de 1000 para 1, tão pequeno era o valor do kwanza antigo, a nota mais pequena emitida foi de 1000 kwanzas reajustados. A inflação continuou, tendo havido notas de 5 milhões de kwanzas reajustados. Não foram emitidas moedas. Apesar de taxa de conversão, o valor do kwanza antigo tinha-se depreciado de tal ordem que a denominação menor das notas de banco foi de 1.000 kwanzas reajustados. Foram também impressas notas de 5.000, 10.000, 50.000, 100.000, 500.000, 1.000.000 e 5.000.000 kwanzas.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário