«Já não sou da UNITA», diz Abel Chivukuvuku
14-03-2012 | Fonte: Sic
O antigo dirigente da UNITA Abel Chivukuvuku declarou-se esta Quarta-feira 14/3, em Luanda "pronto para protagonizar a mudança" que considera necessária em Angola, ao lançar a Convergência Ampla de Salvação Nacional (CASA), plataforma com que pretende apresentar-se às eleições gerais de setembro.

"Eu, Abel Chivukuvuku, estou disponível. Estou pronto!", proclamou perante dezenas de pessoas que encheram uma sala de um hotel na capital angolana, sublinhando a necessidade de os eleitores "abrirem em 2012 uma nova página" da história de Angola.

Sozinho, à frente de um cartaz em que se lia "Servir Angola, Servir os Angolanos", Abel Chivukuvuku leu uma declaração política, sem direito a perguntas, em que explicou por que razão abandona a UNITA, onde militou ao longo de 38 anos e propõe a CASA, que denominou como "casa comum para todos os angolanos".

"Neste ano de 2012 é preciso mudar (...) Para aqueles angolanos, que apesar de descontentes com a realidade atual do nosso país, vivem a angústia de terem que se submeter às lealdades partidárias, mesmo quando não concordam, nós propomos a terceira via. Quem não encontra espaço de realização nos extremos que se junte a nós no espaço patriótico que representa o centro", apelou.

Ao longo de cerca de 30 minutos, com citações de Mahatma Gandhi, Martin Luther King e Abraham Lincoln, Abel Chivukuvuku declarou sair da UNITA porque não pode "negar à pátria e ao povo angolano" a sua prestação "para o potenciamento de uma oportunidade, a criação de uma vida melhor, uma nova esperança, uma nova luz, para a realização do nosso sonho angolano".


 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
O que mais o marcou no campeonato do Mundo Brazil 2014
  • Arbitragem
  • Desempenho das Equipas Africanas
  • Casos extra-jogos
  • Estádios
  • Manifestações