INAC condena exposição de menores nas redes sociais
27-06-2012 | Fonte: Angop
A exposição de imagens de crianças nas redes sociais, como facebook, hi5, orkut e twitter, é um atentado aos direitos fundamentais dos menores, considerou hoje, em Luanda, a directora do Instituto Nacional da Criança (INAC), Ruth Mixinje.

Em declarações à Angop, a propósito da expansão das redes sociais no país, a directora do INAC lembrou que a publicação de imagens de menores na Internet “atropela” a Convenção Sobre os Direitos da Criança (CDC), documento das Nações Unidas (ONU) que enuncia um amplo conjunto de direitos fundamentais.

“Existem milhares de crianças, muitas vezes com idades inferiores a 10 e 11 anos, que são expostas e expõem-se diariamente na Internet, sem quaisquer cuidados. Mais grave ainda, em muitos casos expõem também a privacidade de familiares, amigos e conhecidos e muitos deles chegam mesmo a revelar dados como a morada, a escola que
frequentam, entre outros”, reforçou a responsável.

Estas ameaças, prosseguiu a responsável, são reais, principalmente para quem não tem noção desses perigos e que acredita que é perfeitamente seguro partilhar informações pessoais nas redes sociais, deixando-as visíveis para qualquer utilizador da Internet.

“Neste contexto, o papel dos pais é fundamental e estes devem tentar saber e acompanhar o que os filhos menores fazem na Internet”, acrescentou.

Ruth Mixinje reforçou igualmente a necessidade de os país procurarem pelos perfis dos filhos nas redes sociais e verificar o tipo de informações e fotos publicadas.


 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
O que mais o marcou no campeonato do Mundo Brazil 2014
  • Arbitragem
  • Desempenho das Equipas Africanas
  • Casos extra-jogos
  • Estádios
  • Manifestações