Governo preocupado com a proliferação de igrejas ilegais em Angola
18-01-2005 | Fonte: RNA
O director Nacional dos assuntos religiosos do Ministério da Cultura, Lisboa Santos disse hoje em Luanda, que grande parte das igrejas que funcionam em Angola não cumpre os requisitos exigidos pelo estado angolano.

Entrevistado pela Rádio Nacional de Angola, aquele dirigente falou que muitas destas igrejas são de proveniência duvidosa e que o governo Angolano está preocupado com o crescimento da doutrina islâmica no País.

Face a esta situação, Lisboa Santos alega por outro lado, que o estado angolano tem estado a tomar já algumas medidas que vão conduzir provavelmente com que as pessoas e principalmente os angolanos, que gozam identidade própria, uma cultura própria, uma personalidade própria, façam uma interpretação sobre valores sociais.

Aquele dirigente disse igualmente que existem determinados valores que é sempre possível pôr em consideração, como distinguir o bem do mal, o que é melhor ou mau e saber promover o bem comum.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
Quais os motivos que levaram Angola a obter resultados negativos na corrida ao CAN 2015
  • Os adversários são mais fortes
  • Falta jogadores de qualidade
  • Problemas administrativos
  • Equipa Técnica