«Ausência de saneamento básico contribui para o aumento do Paludismo»
08-04-2013 | Fonte: RL
O ministro da saúde, José Van-Dúnem, atribui a ausência de saneamento básico, redução das acções de combate anti-palúdico, bem como as constantes chuvas, como as principais causas do paludismo.

José Van-Dúnem advoga a necessidade de maior engajamento dos técnicos e médicos das unidades sanitárias para fazer face à demanda de pacientes.

“Há duas coisas que interferem no aumento dos casos de paludismo: tem chovido muito nos últimos tempos e por incapacidade das nossas redes sanitárias não conseguimos cuidar condignamente dos charcos que se formam, por outro lado, registamos a redução das acções de combate anti-palúdico”, frisou.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação