Lavagem de dinheiro tem os dias contados
11-02-2014 | Fonte: Jornal de Angola
Uma delegação chefiada pelo ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Rui Mangueira, apresentou ontem em Paris ao Grupo de Acção Financeira Internacional (GAFI) o pacote legislativo relativo ao branqueamento de capitais aprovado a 28 de Janeiro pela Assembleia Nacional.

A delegação é composta pelo vice-governador do Banco Nacional de Angola, Ricardo Viegas de Abreu, a directora da Unidade de Informação Financeira, Francisca Brito, e o Director Nacional de Política de Justiça do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, Itiandro Simões,  Um comunicado do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos informa que o Grupo de Acção Financeira Internacional avaliou, durante a reunião, a Lei da Criminalização das Infracções Subjacentes ao Branqueamento de Capitais e a Lei Reguladora das Revistas, Buscas e Apreensões. “Após ter sido realizada a última avaliação do Grupo de Acção Financeira Internacional, no passado mês de Outubro, no âmbito do Programa de Acção Relativo ao Branqueamento de Capitais, Angola comprometeu-se em aprovar também a Lei da Criminalização das Infracções Subjacentes ao Branqueamento de Capitais e a Lei Reguladora das Revistas, Buscas e Apreensões”, revela o comunicado do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos.

Criado em 1999, o Grupo de Acção Financeira Internacional (GAFI) é um organismo intergovernamental que tem por objectivo conceber e promover, ao nível nacional e internacional, estratégias contra o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo, sendo reconhecido internacionalmente como a entidade que define os padrões nesta matéria.

O Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos espera, no decorrer desta semana, um comunicado final do Grupo de Acção Financeira Internacional sobre a avaliação de todos os países sujeitos a este mecanismo de supervisão internacional em matéria de aplicação de medidas contra o branqueamento de capitais.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário
A CASA de Abel Chivukuvuku:
  • Vai reforçar a prática da democracia
  • Não vai trazer nada de novo
  • Vai retirar eleitorado ao MPLA
  • Vai retirar eleitorado a UNITA
  • Vai retirar eleitorado ao MPLA e a UNITA