Governador do BNA diz que é preciso cortar ainda mais na despesa
02-09-2015 | Fonte: RNA

Angola precisa de cortar ainda mais na despesa por forma a contrariar a queda do preço do petróleo, adiantou o governador do Banco Nacional de Angola aos microfones da Rádio Nacional de Angola. José Pedro de Morais realçou a necessidade de ajustar os parâmetros da economia, bem como a disponibilidade de moeda estrangeira como soluções para a actual crise.

“Quando um indivíduo é pobre, ajusta o seu padrão de consumo ao nível de rendimento que tem. Nós precisamos de ajustar o nosso padrão de consumo e encontrar outras fontes de crescimento económico”, disse, citado pela Reuters.

Apesar do aumento da dívida pública – que este ano deverá aumentar para os 42 por cento do PIB, de acordo com estimativas da Moody’s -, José Pedro de Morais garantiu que Angola continua a ter acesso a financiamento por parte dos credores internacionais.

“Nós somos um país viável e os doadores não são estúpidos. Sabem que o nosso potencial é enorme”, argumentou. Nós somos um país viável e os doadores não são estúpidos. Sabem que o nosso potencial é enorme”, argumentou.

Na última semana, a agência de notação financeira Moody’s emitiu um documento de análise, revendo em baixa o crescimento de Angola para 4,1 por cento este ano, e 4,7 em 2016.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação