Sonangol vai poupar mais de USD 240 milhões/ano
10-11-2016 | Fonte: Angop
As medidas aprovadas pelo novo Conselho de Administração da Sonangol nos primeiros cinco meses do seu mandato vão permitir poupar recorrentes superiores a 240 milhões de dólares norte-americanos por ano, refere um comunicado da concessionária de hidrocarbonetos de Angola.
 
O prognóstico de poupança desses montantes, que são constantes nas despesas da companhia, decorre de um processo de transformação que está a ser realizado pela petrolífera angolana, visando responder aos desafios do actual contexto do sector petrolífero angolano e internacional.
 
A Sonangol afirma que as medidas aprovadas são críticas e que está a trabalhar com todos os colaboradores na identificação e na execução de novas acções de optimização.
 
Dá a conhecer também, no seu comunicado chegado a Angop, que no âmbito do processo de transformação, foram alcançadas já, nos primeiros cinco meses da nova governação, importantes conquistas assentes no rigor, rentabilidade, transparência e excelência.
 
Dentre as conquistas obtidas pela petrolífera angolana, destacam-se 10 principais iniciativas chave que respondem a objectivos como “Tornar a Sonangol mais eficiente e eficaz, Implementar boas práticas de gestão e governação, Criar uma linha aberta de comunicação com os principais investidores e parceiros e Reforçar a parceria institucional com o Executivo angolano”.
 
Quanto às medidas, que segundo aquela corporação petrolífera, visam torná-la mais eficiente e eficaz, diminuindo custos, racionalizando recursos e optimizando processos destacam-se a de contenção de custos e de aumento de eficiência para aumentar a rentabilidade no negócio de petróleo e gás, como “Cancelamento de contratos de shipping não prioritários para a operação, Optimização do número de navios rebocadores e de cabotagem, e Início da distribuição de produtos derivados do petróleo por transporte ferroviário, entre Lobito e Luena.
 
Destacam-se igualmente as medidas de custos e de aumento de eficiência nas áreas centrais da Sonangol, E.P. e serviços de apoio como “ negociação ou cancelamento de contratos a nível central e nas subsidiárias, Revisão de modelos de operação, e Racionalização de diversos gastos e consumos considerados supérfluos.
 
Reavaliação de investimentos com foco na sustentabilidade e na criação de valor para a economia angolana, nomeadamente reavaliação dos investimentos na refinaria do Lobito e no terminal e no terminal oceânico do dande para assegurar a viabilidade a longo prazo dos investimentos e Continuação do forte esforço de investimento na exploração, Desenvolvimento e produção da Sonangol P&P e parceiros operadores em Angola constituem igualmente outras medidas.
 
 
 
De igual contam da lista de medidas aprovadas a Revisão dos processos críticos da Sonangol, como a definição do plano de negócios e o processe orçamentos, processo de compras e contratação de serviços, observando a nova Lei dos contratos públicos e as melhores práticas.
 
Foram ainda tomadas como medidas o Reforço das competências, com a identificação de áreas da empresa para reforço de competências e arranque de esforço de recrutamento interno e externo para colmatar as lacunas identificadas.A nova administração da Sonangol - EP foi empossada a 6 de Junho de 2016 e é presidido por Isabel dos Santos.
 
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação