Oficial superior das FAA ordena domolições no Lar do Patriota
11-11-2016 | Fonte: Platinaline
A Cantora Helga Fêty, foi vítima de intimidação, violência física e verbal e invasão por parte de militares, num espaço a ela cedido para exploração e concepção de um parque infantil.
 
Segundo o site Platinaline, no passado dia 11 de Outubro dois militares invadiram o espaço, com um carro patrulha, cortaram as árvores, um deles empurrou os trabalhadores, a cantora e a mãe, ameaçando-os aos gritos, com ofensas e verbais e corporais.
 
Ontem, dia 10 de Novembro apesar de ter todos os documentos passados pela administração que autoriza a sua posse e a Obra, passaram senhores que se diziam ser fiscais, sem ter sido primeiramente notificada ou avisada em nenhuma circunstância nem solicitada a sua documentação, partiram a sua obra, removeram as chapas e levaram todo o material num valor superior a 800.000,00 Kzs. 
 
Testemunhas oculares, afirmaram que os supostos fiscais agiram a mando de Arlindo Francisco,  Coronel da Força Aérea Nacional  e proprietário do  colégio Pitruquinha. 
 
Os mesmos dizem que o oficial superior sente-se  dono do Patriota, pois, tem hábito de apropriar se dos espaços públicos localizados naquela urbanização.
 
Ao Platinaline, a cantora lamentou  já não saber como resolver a situação, uma vez que  tentou de forma legal tratar do assunto junto das autoridades competentes.
 
"Eles pediram o mesmo espaço porém depois de mim e só porque não o conseguiram de forma legal, usam da força, da intriga e da corrupção para consegui-lo, apelo o apoio ao Exmo. Sr. Presidente da República Eng• José Eduardo dos Santos e a quem de direito, porque já não sei a quem recorrer quando já tratei do assunto legalmente e nada adiantou apesar de estar documentada", concluiu.
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação