Angola volta a ser uns dos principais destinos para emigrantes portugueses
30-12-2016 | Fonte: Jornal de Notícias
Se entre 2009 e 2013 se registou um "aumento exponencial" do volume de remessas (em 2013, 10% do total eram provenientes de Angola); no ano passado, o valor baixou em relação a 2014: em 2015, foram enviados para Portugal pouco mais de 213 milhões de euros, enquanto no ano anterior o valor quase atingiu os 250 milhões. "Esta situação prende-se com a dificuldade que se faz sentir em retirar divisas estrangeiras do país, decorrente do abrandamento das receitas fiscais provenientes do setor do petróleo, o grande motor da economia angolana", admite o Governo.

Reino Unido lidera destinos

Apesar do regresso dos portugueses a Angola, o Reino Unido continua a ser o principal destino da emigração. Só no ano passado, 32 300 mudaram-se para Inglaterra, juntando-se aos 30 500 emigrantes registados em 2014. Outro dos destinos para onde está a verificar-se um regresso é Espanha. O relatório revela que, pelo segundo ano consecutivo, o número de portugueses a rumar ao país vizinho subiu - tendo mesmo aumentado 12% entre 2014 e 2015.

Espanha continua, porém, longe de ser um dos principais destinos da emigração. O segundo país mais escolhido, a seguir ao Reino Unido, é a França (com 18 400 novos emigrantes portugueses verificados em 2015), a Suíça (com 12 300) e a Alemanha (9200), sendo que, no caso destes dois últimos países, houve um decréscimo face a 2014.

O Relatório da Emigração de 2015 conclui que "a emigração deixou de crescer", mantendo-se em valores superiores a cem mil saídas por ano. Porém, Portugal continua a ser o país da União Europeia com mais emigrantes. Mais de 2,3 milhões vivem no estrangeiro - 22% dos portugueses vivem fora do país. rosa ramos
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário