Endiama negoceia financiamento do projecto Luaxi
08-02-2017 | Fonte: Angop
A Empresa Nacional de Diamantes de Angola, Endiama, está a negociar o financiamento do projecto Luaxe ao mesmo tempo que cumpre, rigorosamente, com os parâmetros e a programação indicada pelo Governo angolano, no âmbito desta iniciativa.

A informação foi prestada terça-feira pelo Presidente do Conselho de Administração da Endiama, António Carlos Sumbula, no final do fórum “Angola Business”, realizado durante a Conferência Internacional de Minas (Indaba Mining), que decorre na Cidade do Cabo, África do Sul.

“Luaxe foi uma descoberta feita pela Endiama, em associação com a empresa russa Alrosa. Está no bom caminho e não precisa de investidores”, disse .

Enquanto o projecto Luaxe não entrar em produção, a Endiama vai optar por reduzir ligeiramente a produção para melhorar as receitas”, sublinhou.

O nosso caminho é negociar com os outros produtores, como a De Beers, Alrosa e o Rio Tinto, para que estes reduzam ligeiramenteas suas produções, de modo a permitir que Angola possa ir aumentando gradualmente a produção, sem fazer com que o preço internacional do diamante suba, frisou, realçando que este é o caminho a adoptar.

Isto porque, explicou, "quando a empresa produzia oito milhões de quilates a receita estava orçada em um bilião e 200 milhões de dólares, enquanto em 2016, com uma produção de nove milhões de quilates, a receita desceu para um bilião e 70 milhões de dólares.

A nossa intenção é trabalhar no sentido de que haja mais receitas, em função da redução da produção, pontualizou.

Informou que a empresa pensa arrancar com a primeira fase do kimberlito do Luaxe, nos próximos dois anos. Em Janeiro começou-se a fazer a amostragem do grande volume que vai permitir fazer o estudo de viabilidade económica deste projecto.

A embaixadora de Angola na África Sul, Josefina Diakite, que também participou do fórum, sublinhou que foi um evento promocional, no qual Angola tem estado a participar há algum tempo.

O Planageo é um plano estratégico do Executivo angolano que prevê o levantamento de todos os recurso minerais que existem no país.

O Angola Business Fórum teve como objectivos, atrair a atenção de investidores, empreendedores e decisores governamentais sobre as oportunidades de investir no sector mineiro em Angola.

O Indaba Mining é um evento que se realiza anualmente com objectivo de captar investimento para sector mineiro dos países africanos.

O encontro, que termina quinta-feira, reúne cerca de seis mil delegados provenientes da Europa, de África, América, Ásia e Austrália.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação