Financiamento da Espanha incentiva sector empresarial nacional
15-02-2017 | Fonte: Angop
A presidente do Conselho de Administração do Instituto de Fomento Empresarial (IFE), Dalva Ringote Allen, considerou hoje, terça-feira, em Luanda, que a linha de financiamento disponibilizada pela Companhia Espanhola de Financiamento e Desenvolvimento (Cofides) constitui uma importante facilidade financeira de apoio e incentivo ao sector empresarial nacional.

Discursando no encontro de trabalho para apresentação e operacionalização da linha de financiamento, sublinhou que a linha estimada em 75 milhões de euros prioriza vários sectores, nomeadamente dos transportes, processamento de alimentos e agro-indústria, logística, minas e actividade extractiva, indústria de material de construção, indústria têxtil, calçados e petroquímica.

Explicou que os referidos sectores enquadram-se na visão estratégica do Executivo de promoção de fontes alternativas de financiamento viáveis para o sector empresarial privado nacional, ao qual se reserva, no âmbito da coexistência de sectores da actividade económica, um papel de alavanca da economia nacional, enquanto do Estado lhe é reservado o papel agente dinamizador da economia, definindo estratégias, políticas, programas e acções de regulação e estimulo para o crescimento económico.

De acordo com Dalva Ringote Allen, o acordo de cooperação entre o IFE e o Cofides vai vigorar até ao ano de 2019, correspondendo a um horizonte temporal de curto prazo, que permitirá às empresas estruturarem projectos sólidos de parcerias nas suas variadas vertentes, que garantem condições para o processo de transferência de tecnologias e criação de valores de mercado.

Acresceu que o referido valor de mercado concorre para a aceleração e consolidação do processo de diversificação da estrutura económica, dotando o país de economias alternativas ao sector petrolífero, que ainda constitui a principal fonte de receita da economia nacional.

Realçou que o financiamento resulta de um acordo de cooperação celebrado entre o IFE, tutelada pelo Ministério da Economia, e a Cofides, destinando-se a apoiar o financiamento de projectos empresariais nacionais, através do estabelecimento de parcerias entre as empresas angolanas e espanholas, que se traduzam na criação de empresas societárias conjuntas de direito angolano.

De acordo com a responsável, os projectos abrangidos no âmbito do financiamento do

Cofides variam de 75 mil e 30 milhões de Euros, podendo ser financiados isoladamente ou em regime de co-financiamento.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário