Activistas acusam a UNITA de falsas promessas eleitorais
15-02-2017 | Fonte: Jornal de Angola
Activistas da UNITA no Cuando Cubango estão a passar a falsa informação no seio das comunidades de que a Delegação da Caixa de Segurança das Forças Armadas Angolanas pertence ao partido liderado por Isaías Samakuva.

A denúncia foi feita ontem, em Menongue, pelo delegado provincial daquele órgão afecto ao Ministério da Defesa Nacional, brigadeiro Ayres Manuel “Ché”.

O oficial general, que falava durante uma conferência de imprensa, disse que há muito tempo que a UNITA mente às pessoas que a Caixa de Segurança Social das FAA é um órgão daquele partido.

Nos últimos dias, acrescentou, as denúncias dos cidadãos têm aumentado consideravelmente, sobretudo nas comunidades, devido às eleições gerais que se aproximam. A muitos destes cidadãos, está a ser exigido o voto, para uma posterior inscrição na Caixa de Segurança Social.

O brigadeiro “Ché” deixou claro que a Caixa de Segurança Social das FAA é uma instituição apartidária, não entendo, por isso, o porquê da atitude dos membros da UNITA na província, que continuam a enganar as pessoas, sobretudo àquelas menos informadas.

Na sua opinião, o maior partido na oposição está a agarrar-se a esta mentira para atrair eleitores, sobretudo ex-militares das extintas FALA. Sublinhou que a delegação da Caixa de Segurança Social das FAA no Cuando Cubango controla 1.428 associados, dos quais 977 são do então braço armado da UNITA.

Ayres Manuel disse ainda que os pensionistas da UNITA inscritos na Caixa de Segurança Social das Forças Armadas Angolanas são obrigados a pagar todos os meses uma quota estipulada pelo partido, sob pena de serem afastados da caixa. Exortou a UNITA a fazer uma política séria, sobretudo durante a campanha eleitoral, e não fomentar falsas promessas na sua tentativa de convencer os eleitores a votarem naquele partido.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário