Empresária Isabel dos Santos critica exclusão de África do sistema financeiro mundial
02-04-2017 | Fonte: Dinheiro Vivo
Isabel dos Santos criticou o que considerou ser a exclusão de África “do sistema financeiro mundial e do acesso ao capital”. Isso “apesar do forte crescimento do setor bancário em África, e de haver milhões de africanos com contas bancárias e serviços financeiros modernos”. 
 
 
A empresária sublinhou que o futuro passa claramente por África, sendo que as grandes áreas de desenvolvimento serão a energia e a agricultura. E referiu-se à cadeia de retalho Candando, lançada recentemente em Angola, e que está a contribuir, diz, para o aumento da procura de produtos locais. 
 
 
“Quando eu tinha a vossa idade, cerca de 70% dos produtos nas prateleiras de supermercado em Angola eram importados; hoje, 60% de todos os bens são produzidos localmente”. 
 
Os 54 países africanos enfrentam desafios semelhantes, apesar de todas as diferenças entre as nações, disse Isabel dos Santos. Entre eles, o desenvolvimento urbano das grandes cidades, como, por exemplo, Luanda, que de 6,5 milhões de habitantes em 2017, se estima que passe a ter 13 milhões em 2030. Um desafio a que o Plano Metropolitano de Luanda vai procurar responder.
 
 
 Isabel dos Santos afirmou que “a chave para o sucesso é sermos movidos pela excelência e paixão pelo que fazemos”. A empresária angolana aconselhou os estudantes a acreditarem neles próprios e a “lutar contra todo os tipos de discriminação”. 
 
 
Para Isabel dos Santos, ” o mundo está cheio de preconceitos, ou se é africano, ou se é demasiado jovem para fazer alguma coisa, ou se é demasiado inteligente, ou se é demasiado privilegiadio, ou se é mulher e, portanto do sexo errado”.
 
 
 
 
 
 
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário