Angola tem 265 monumentos e sítios classificados mas muitos degradados
19-04-2017 | Fonte: Lusa
Angola conta com 265 monumentos e sítios classificados, e mais de duas mil áreas inventariadas, muitas em avançado estado de degradação, disse  a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira.
 
 
A ministra falava após uma visita, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, ao Palácio de Ferro, monumento edificado no tempo colonial no centro de Luanda e que, depois de reabilitado, passou a ser utilizado para as exposições da Fundação Sindika Dokolo. 
 
 
«Temos um total de 265 monumentos identificados, ainda mais de dois mil monumentos e sítios inventariados e estamos conscientes que o futuro dos nossos monumentos, da riqueza patrimonial de Angola, passa por exemplo por iniciativas como esta da Fundação Sindika Dokolo, que é uma parceria pública e privada», disse.
 
 
De acordo com a governante, Angola conta com um importante património cultural, que deve continuar a ser preservado, restaurado, reabilitado e sobretudo divulgado, «para que todos conheçam a riqueza cultural».
 
 
«Nós estamos a chamar atenção este ano, particularmente, para os monumentos de índole religiosa, porque pensamos que a cultura que nos é transmitida pelas igrejas e que reflete a religiosidade, os usos e costumes e hábitos do nosso povo merecem ser estudados, investigados e ampliados», explicou Carolina Cerqueira.
 
 
Património Cultural e Turismo Sustentável é o lema das celebrações em Angola do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios de 2017.
 
 
A ministra da Cultura considerou o turismo como «fonte de receitas e de globalização de culturas» e precisou que a tutela tem já elaborado um programa de abrangência nacional para valorização dos monumentos e sítios, muitos dos quais em “estado preocupante" de degradação.
 
 
«Pensamos que apesar do estado preocupante em que alguns monumentos e sítios se encontram, que são em muitos dos casos reflexos da situação de guerra que vivemos e também da crise que ultimamente temos vindo a enfrentar, estamos confiantes que no futuro podemos fazer muito para reabilitar, para restaurar e para dar a dignidade e a valorização que a nossa cultura merece, e sobretudo os nossos monumentos e sítios», afirmou.
 
 
Sem precisar prazos, Carolina Cerqueira assegurou o surgimento de novos espaços de cultura em todo o país: «Virão novos monumentos, novos sítios, novas iniciativas que certamente vão servir de encorajamento a jovens gerações para se interessarem na história e pelo acervo cultural do nosso povo.»
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário