Mais de 228 mil m3 de madeira serão explorados este ano
15-06-2017 | Fonte: Angop
Pelo menos 228 mil e 864 metros cúbicos de madeira em toro serão licenciados e explorados este ano em todo o país, durante a campanha florestal aberta nesta segunda-feira e com encerramento marcado para 31 de Outubro, de acordo com o Decreto Presidencial de 9 de Junho, publicado no Diário da República.

O Decreto Presidencial 124/17, de 7 de Junho, lista 15 províncias com potencial de madeira em toro explorável, com na linha da frente Uíge com uma quota máxima para este ano de 60 mil e 523 metros cúbicos, Cabinda com 51 mil e 822 m3, Moxico 18 mil e 468 m3, Bengo com 14 mil e 83 m3, Cuanza Norte com 15 mil, Cuando Cubango 15 mil e 569 m3, Benguela 8 mil e 934 m3, Lunda Sul 8 mil e 596 m3, Huambo 7 mil e 810 m3, Malanje com 6 mil 564 m3, Bié 5 mil e 850 m3, Cuanza Sul 5 mil e 640 m3, Huíla 4 mil e 501 m3, Zaire 3 três mil e 999 m3 e Cunene com mil e 434 m3.

Já em relação à quantidade máxima de carvão vegetal a ser licenciada e explorável, o Decreto Presidencial fixa em 33 mil e 650 toneladas para presente campanha 2017, em 16 províncias.

Quanto ao volume máximo de lenha a ser licenciado na Campanha Florestal de 2017, o decreto estabelece quatro mil e 805 esteres.

O Ministério da Agricultura é a entidade competente para licenciar pessoas singulares e colectivas com capacidade técnica e financeira a investir no domínio da exploração florestal.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário