Exportações extra - petróleo e diamantes só valem 200 milhões USD
16-06-2017 | Fonte: Jornal Mercado
As exportações de produtos angolanos não-petrolíferos e não diamantíferos limitam-se à madeira, granito, peixe, embalagens de vidro, hortícolas, ferro e bebidas, não ultrapassando cerca de 200 milhões USD, a volta de 0,3% do global das exportações do País, segundo dados da Comunidade de Empresas Exportadoras e Internacionalizadas de Angola (CEEIA) e da Agência para a Promoção do Investimento e Exportações de Angola (APIEX).

Uma das alterações em discussão na Pauta Aduaneira, alerta uma jurista ouvida pelo Mercado, podem afectar as exportações angolanas que, de acordo com os operadores, deveriam ser mais desburocratizadas.

Os números mais recentes referem-se a 2014, estando ainda a ser compilados valores mais actuais. Em contrapartida, é certo que, para além das receitas do petróleo e diamantes e de financiamentos directos ao Estado, estas exportações são mais uma fonte de entrada das divisas de que Angola – um País com níveis de produção interna deficitários – precisa para importar.

Conforme a Associação Industrial de Angola (AIA), Angola vive ‘confortável’, em termos de produção, apenas em produtos como bebidas, materiais básicos e intermédios de construção civil, pescado, detergentes, papéis, embalagens e ovos.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário