FAF estuda naturalização de Tiago Azulão
19-06-2017 | Fonte: CM
Na perspectiva de reforçar o equilíbrio atacante nos Palancas Negras, a Federação Angolana de Futebol (FAF), estuda a possibilidade de avançar com uma proposta de naturalização do avançado brasileiro do Petro de Luanda, Tiago Lima Leal “Tiago Azulão”, 29 anos, nascido em São Paulo, Brasil, há um ano em Angola, ao serviço dos “tricolores”. Soube a Claque Magazine, de fonte ligada ao órgão que conduz o futebol nacional.
 
Apesar das dificuldades que possam surgir em torno do processo legal para o efeito em virtude dos requisitos para casos do gênero, o órgão reitor da modalidade em Angola, acredita no bom senso das entidades e instituições, visando favorecer os interessas da nação futebolística nacional, que possa ter benefícios, aproveitando o faro de golo que o atacante brasileiro pode oferecer numa dupla que se prevê frutífera com o sportinguista Gelson Dala.
 
Ainda nada foi avançado. É um interesse no qual o selecionador vê com bons olhos, considerando a boa relação que o Azulão tem com os golos. Estamos a estudar as possibilidades e se haver condições para tal, vamos propor a naturalização do atleta”, disse a fonte.
 
 
Azulão chegou a Angola como reforço no segundo turno do Girabola Zap 2016, vindo da Associação Atlética Caldense, de Poços de Caldas, do Estado de Minas Gerais. No Petro chegou e de imediato colocou em acção o seu faro de golos, tendo terminado a época passada com 10 golos, em 17 jogos, ao passo que passado um jogo da 2ª volta da presente edição, lidera artilharia com 9 golos.
 
 
 
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário