Angola já vende barril de petróleo abaixo do orçamentado
13-07-2017 | Fonte: Lusa
A receita fiscal angolana com a exportação petrolífera desceu para cerca de 655 milhões de euros em junho e pela primeira vez o valor médio do barril ficou abaixo dos 46 dólares previstos Orçamento do Estado de 2017.
 
De acordo com dados dos últimos relatórios mensais do Ministério das Finanças, sobre as receitas com a venda de petróleo, a que a Lusa teve hoje acesso, Angola exportou 48.462.267 barris de crude em junho, a um preço médio de 44,5 dólares. 
 
Trata-se de um corte de 2.033.380 barris e de uma quebra de mais de seis dólares por barril, face aos dados de maio.
 
O preço médio do barril exportado por Angola está em quebra, depois da valorização no final de 2016 e de máximos de 2017 em fevereiro, nos 52,8 dólares, tendo ficado em junho, pela primeira, abaixo (-1,5 dólares por barril) do valor orçamentado pelo Governo no Orçamento Geral do Estado para este ano (necessário para estimar o potencial de receita e de despesa pública).
 
As vendas totais de petróleo por Angola desceram para 2.157 milhões de dólares (1.890 milhões de euros) em todo o mês de junho, enquanto as receitas fiscais, relativas a 13 concessões de produção petrolífera, reduziram-se para 124.190 milhões de kwanzas (655 milhões de euros), uma quebra de cerca de sete milhões de euros face a maio.
 
Desde o início deste ano, Angola já exportou 294.596.243 barris de crude, que se traduziram em vendas globais superiores a 13.450 milhões de euros e receitas fiscais de 793.230 milhões de kwanzas (4.185 milhões de euros).
 
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação