1º de Agosto exige interdição do estádio "Buraco"
13-07-2017 | Fonte: JD
A direcção do Clube Desportivo 1º de Agosto endereçou ontem uma carta à Federação Angolana de Futebol (FAF), a  exigir a interdição do Estádio do Buraco, em virtude dos actos de vandalismo protagonizados por adeptos da formação da Académica do Lobito, no desafio disputado no domingo referente à 19ª jornada do Girabola Zap, segundo o site oficial do grémio militar. 
 
 
Os campeões nacionais reclamam de graves falhas de segurança, que teve como consequências à invasão do Estádio, o apedrejamento da comitiva rubro -negra, inclusive do presidente do clube, Carlos Hendrick.
 
 
situação manchou o jogo que terminou com o empate a um golo, com a equipa  militar a marcar  no tempo de compensação e neutralizações, alegadamente precedido de uma jogada ilegal, de acordo com os adeptos da formação caseira.
 
 
\"Registaram-se graves  falhas a nível de segurança que deviam caracterizar um jogo desta natureza. Este facto, resultou na invasão do campo, o apedrejamento da nossa comitiva,  danos na viatura do Exmo Senhor presidente de direcção do clube, General Carlos Hendrick, além de outros constrangimentos\", refere a nota. 
 
 
A nota prossegue que \"por esta razão, a direcção do clube endereça uma carta ao Exmo Senhor presidente da Federação Angolana de Futebol, reitera em primeiro lugar o seu imenso desagrado e insatisfação, solicita para o efeito medidas adequadas, como a interdição do campo de jogos do adversário, afim de evitar situações similares ou mesmo mais graves, a exemplo do que, infelizmente, já tiveram lugar em outros recintos de jogos do campeonato nacional de futebol\", destaca o documento.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação