CAC recebe em média 20 propostas de investimento por dia
10-08-2017 | Fonte: Angop
A Câmara do Comércio Angola/China (CAC) está a trabalhar para que as trocas comerciais do sector não- petrolífero se situem acima dos três porcento actuais, no âmbito da diversificação da economia.
 
 
De acordo com o presidente da CAC, Arnaldo Calado, que falava na reunião do Alto Conselho Estratégico da instituição, 97 porcento das trocas comercias entre os dois países são do sector petrolífero.
 
O  encontro que  reuniu várias entidades nacionais ligadas a economia, abordou a possibilidade do banco chinês trabalhar com os membros da câmara do comércio no que respeita ao  financiamento e outros aportes que podem agregar valor  à economia nacional.
 
Actualmente a câmara do comércio Angola/China trabalha com cerca de cem projectos ligados as minas, agricultura, saúde, educação, construção civil, indústria, gestão de serviços, entre outros, que visam dinamizar o sector não-petrolífero.
 
Diariamente  a câmara do comércio recebe uma média de 20 propostas de investimento ligadas aos sectores da agricultura, turismo, saúde e educação.
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário