FAF quer rever forma de distribuição do patrocínio da ZAP no Girabola
06-10-2017 | Fonte: Angop
A Federação Angolana de Futebol (FAF) está em conversações com o patrocinador oficial do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (Girabola), a operadora ZAP, para rever as formas de distribuição dos valores atribuídos ao clubes, cujos moldes actuais, que privilegia os "grandes", considera "injustos".
 
 
Falando aos jornalistas no Lubango, onde esteve em trabalho, o presidente da FAF, Artur Almeida e Silva, admitiu que o modelo actual de distribuição “não é o melhor”, por isso abordou já o assunto com a ZAP, que patrocina o campeonato.
 
“São situações que nós encontramos, mas herdamos o passivo e o activo da FAF e assumimos essa responsabilidade”, frisou.
 
“Já conversamos com a ZAP e temos praticamente iniciado conversa com os clubes, o G7 do nosso futebol, no sentido de darem poder a federação para fazer uma negociação que seja agradável para todos”, continuou.
 
Fez saber que a intenção é que haja um maior equilíbrio na distribuição da renda, exemplificando que “quem recebe 10, pode receber 20 e quem não recebia nada pode receber 10, porque todos os clubes são importantes. Os grandes não podem jogar sem os pequenos”, aflorou.
 
“Queremos uma negociação não igualitária, mas que seja uma distribuição para todos, dentro daquilo que são as performances de cada um”, concluiu.
 
A ZAP patrocina o Girabola há dois anos, mas se desconhece o valor do contracto que o valeu a rebaptização da maior festa do futebol nacional, para GirabolaZap.
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário