Polícia apreende embarcação de pesca ilegal de chineses e congoleses
07-11-2017 | Fonte: Mercado
As autoridades angolanas anunciaram a apreensão de uma embarcação de pesca de médio porte, por atividade ilegal, tendo sido detido a tripulação, constituída por três cidadãos chineses e cinco da República Democrática do Congo (RDCongo).

Segundo informação prestada à imprensa pelo comandante da Polícia Fiscal na província do Zaire, superintendente Moniz Manuel, a embarcação em causa, proveniente da vizinha RDCongo, foi detetada a pescar ilegalmente em águas angolanas, a 51 milhas (95 quilómetros) da costa.

De acordo com Moniz Manuel, a embarcação foi apanhada a pescar nas imediações do bloco 3, em águas entre as províncias do Zaire e de Cabinda, um perímetro "proibido para qualquer outro tipo de atividade", além da de exploração petrolífera.

No interior da embarcação, e além de diverso pescado, a patrulha realizada pela polícia angolana não encontrou documentos ou autorização para a pesca em águas nacionais.

Os tripulantes também não tinham autorizações para entrar em águas angolanas e estão sob custódia da polícia, no Soyo, para serem repatriados.

Trata-se do primeiro caso do género detetado naquela área, no norte de Angola, contra sete contabilizados em todo o ano de 2016, precisou ainda o superintendente Moniz Manuel.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação