Will Voigt assume comando técnico da selecção nacional de Basquetebol
11-11-2017 | Fonte: JD

O técnico norte-americano, Will Voigt, de 41 anos de idade, é novo seleccionador nacional dos hendecacampeões africanos, substituindo no cargo Manuel Silva "Gi", treinador angolano que fracassou na fase final da 29ª edição do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, prova que este ano decorreu em Dakar, Senegal, e Tunis, Tunísia, respectivamente.

 

 

Will Voigt vai rubricar um contrato com a direcção do órgão reitor da modalidade, encabeçada por Helder Matins da Cruz "Maneda", de três anos, tendo como principal meta conseguir o apuramento para a fase final da décima oitava edição da Copa do Mundo, competição a decorrer na República Popular da China, em 2019, de 31 de Agosto a 15 de Setembro.

 

 

Para além do apuramento a fase final da Copa do Mundo, que constitui sem sombras de dúvidas, o principal objectivo da FAB, Will Voigt, campeão africano pela selecção da Nigéria, em 2015, tendo vergado na final os hendecacampeões africanos, por 65-74, vai igualmente liderar um processo de renovação da Selecção Nacional que procura a sua oitava presença numa fase final de um Campeonato do Mundo, agora designada Copa do Mundo.

 

 

Angola disputou o seu primeiro Campeonato do Mundo em 1986, tendo beneficiado de um Will Card (convite), da Fiba-Mundo, prova disputada em sete cidades de Espanha, nomeadamente, Zaragoza, Ferrol, Málaga, Tenerife, Barcelona, Oviedo, e Madrid, respectivamente. Os angolanos tinham o quartel-general montado em Ferrol.

 

 

Posteriormente, seguiram-se as edições de 1990, na Argentina, 1994, Toronto, Canadá, 2002, Indianapolis, Estados Unidos da América, 2006, Japão, 2010, Turquia, e 2014, Espanha.

 

 

Entretanto, o técnico norte-americano, que já passou na formação dos Los Angeles Clippers da NBA, de 1998 a 1999, e San Antonio Spurs, de 1999 a 2001, como assistente e coordenador de vídeos, terá como coadjuvantes  Mathias Eckhoff, treinador com quem trabalhou na selecção da Nigéria, para além do angolano Cristóvão, segundo apurou o Jornal dos Desportos junto de uma fonte federativa.

 

 

Durante a vigência do seu contrato, Will Voigt poderá ministrar ações de formação para capacitar os técnicos angolanos, segundo fez saber a nossa fonte. O técnico norte-americano torna-se no quinto expatriado (ver peça a parte), décimo no geral, a dirigir os hendecacampeões africanos, depois do luso-guineense, Mário Palma, Luís Magalhães, luso-moçambicano, Michael Gomez, francês, e Mocho López, espanhol de nacionalidade.

 

 

O primeiro desafio de Will Voigt começa nos dia 24, 25 e 26 do mês em curso, com a disputa da primeira mão da primeira eliminatória para a Copa do do Mundo de 2019, na China.

 

 

Os hendecacampeões africanos vão ter como adversários as similares de Marrocos, com quem perdeu na fase preliminar da 29ª edição do Afrobasket de 2017, por 62-66, Egipto e República Democrática do Congo, prova a decorrer no Pavilhão Arena do Kilamba.

À convocatória dos hendecacampeões africanos para a aludida competição deve ser anunciada nos próximos dias, segundo apurou o Jornal dos Desportos.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário