BDA continuará a receber fundos para relançar sector produtivo
15-12-2017 | Fonte: Angop
O Executivo continuará a canalizar fundos necessários ao Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), para que esta instituição financeira possa alavancar investimentos públicos, visando a melhoria do ambiente de negócios no país.

Com a alavancagem dos investimentos públicos, além da melhoria do ambiente de negócios, o Executivo pretende, segundo o secretário de Estado da Economia e Planeamento, Manuel Neto da Costa, que o investimento privado realizado no país tenha sucesso.

Manuel Neto da Costa, que falava na cerimónia que marcou as comemorações do 11º aniversário do BDA, assinalado hoje, afirmou ser importante relevar o papel desta instituição financeira pública, enquanto instrumento de financiamento do sector não petrolífero.

Segundo o secretário de Estado, o financiamento do sector não petrolífero permitirá ao programa de diversificação da economia angolana dar resposta ao problema da vulnerabilidade económica face aos níveis de exposição e choques ligados a oscilações do preço do petróleo no mercado internacional.

A aposta do Governo, que se vai reflectir no Plano Nacional de Desenvolvimento 2018/2022, será um instrumento para o plano estratégico do BDA voltado para o programa de financiamento do sector produtivo, de modo a garantir a produção que satisfaça as necessidades internas e apostar também nas exportações.

Para garantir o financiamento dos investimentos voltados à produção, Manuel Neto da Costa defendeu a necessidade o reforço continuo do capital do banco e haver disponibilidade de divisas.

Por esta razão, disse que o Governo deve aprovar mecanismos de captação de fundos externos para economia, para concessão de garantias públicas ao banco, visando o reforço da sua capacidade financeira.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação