Repatriamento de capitais: Oito mil milhões USD nas mãos de particulares
18-12-2017 | Fonte: NJ
Contas particulares de cidadãos no estrangeiro têm parte significativa do dinheiro que o Governo pretende repatriar para o país e ver reinvestido na economia. A "via verde" com prazo de validade foi dada pelo Presidente da República, João Lourenço.
 
Pelo menos 8 mil milhões de dólares dos 30 mil milhões anunciados pelo governador do Banco Nacional de Angola (BNA) como dinheiro de entidades angolanas depositado em contas no exterior do país correspondem a contas particulares de cidadãos.
 
Segundo fonte do BNA, parte significativa destes USD 8 mil milhões estão em alguns países da Europa e América Latina.
 
"Este dinheiro está concentrado na Europa e América Latina, embora haja também algum em África. Aqui próximo, na Namíbia", disse o nosso interlocutor.
 
O quadro do banco central não exclui a possibilidade de o valor anunciado pelo seu "patrão" estar abaixo dos valores reais depositado fora do país.
 
 
"O montante avançado pelo Dr. Massano é apenas o associado a cidadãos com contas identificadas como de angolanos. Mas sabemos que muitos cidadãos têm dupla nacionalidade e nos países de destinos têm toda a situação com a nacionalidade local, sem esquecer que muito destes dinheiros não passaram pelo sistema bancário. Foram levados por "mensageiros"", disse.
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação