INADEC pede desaconselha comprimidos para tratamento de doenças cancerígenas
19-12-2017 | Fonte: Novo Jornal
O Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC) está a desaconselhar o consumo de dois lotes de comprimidos Avastin (Bevacizumabe) e Sutent (Sunitini Malate), ambos usados no tratamento de doenças oncológicas.

Segundo o INADEC, os consumidores não devem utilizar o lote 1060 de comprimidos de 40 mg de Avastin, com validade até Fevereiro de 2019, nem o lote 2001 de comprimidos Sutent, também válidos até 2019.

O Avastin é um medicamento que contém a substância activa bevacizumabe, utilizado isoladamente ou em associação com outros medicamentos no tratamento de vários tipos de cancro em adultos.

Já o Sutent integra a substância activa malato de sunitinib e é indicado no tratamento do tumor maligno do estroma gastrointestinal, carcinoma de células renais metastático e tumores neuroendócrinos pancreáticos.

"Considerando os riscos que estes medicamentos representam para a saúde e vida dos consumidores, o INADEC vem alertar para não adquirirem os referidos produtos", lê-se na nota divulgada pelo instituto.

O INADEC apela ainda à denúncia dos locais que estejam a comercializar os referidos lotes, "para que os órgãos de fiscalização e inspecção ajam em conformidade com a lei".

O alerta do Instituto angolano surge meses depois de a Organização Mundial da Saúde ter emitido um alerta internacional para medicamentos falsificados da marca Avastin (bevacizumab) e Sutent (malato de sunitinib).
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário