AngoSat-1: "Análise final do estado de saúde do satélite" acontece em Abril
02-02-2018 | Fonte: NJ
O ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, garante que o satélite angolano, AngoSat-1, continua em órbita, mas lembra que a análise final do seu estado acontece em Abril. Em declarações à Rádio Nacional, o governante desvalorizou as notícias da imprensa sul-americana sobre a associação ao AngoSat-1 a um raro fenómeno cósmico observado no Peru e no Brasil.
 
Classificando de "duvidosa" essa informação, sustentada pela análise de astrónomos, José Carvalho da Rocha garantiu que o primeiro satélite angolano continua em órbita.
 
"Nós temos uma fonte oficial, que é nossa contraparte russa, e ela diz-nos que o satélite está em órbita, portanto, em Abril, em função do contrato, nós teremos de facto uma análise final do estado de saúde do satélite", disse o ministro, sublinhando que o processo está a ser devidamente monitorizado.
 
Recorde-se que o AngoSat-1 representa um investimento de 320 milhões de dólares, tendo sido construído por um consórcio estatal russo.
 
 
Depois do lançamento, a 26 de Dezembro, o aparelho teve vários contratempos, nomeadamente de comunicação com a estação espacial russa, aparentemente por problemas no sistema de recarga das baterias.
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário