Conselhos ao Governador Massano
12-02-2018 | Fonte: Novo Jornal ( Carlitoz de Kambambe)
Foi com muita tristeza que nos apercebemos que o Sr. Governador do BNA, José Massano, "aconselhou" os bancos comerciais a fazerem transferências para ajuda familiar aos parentes que vivam no exterior no valor de 500 euros/mês.
 
Esse conselho assustou-nos, e procuramos entender se o ilustre tem noção do que passam os angolanos, os estudantes e adoentados em particular, que estão no estrangeiro e que não são parentes ou próximos dos donos, sócios e funcionários seniores dos bancos, e que não têm facilidades de conseguir as transferências ou carregamentos de cartões, mesmo tendo dinheiro nas contas por meses e anos. Gostaríamos de esclarecer e aconselhar para melhor decidir em prol de Angola e dos angolanos de forma imparcial, sem cunhas ou michas.
 
Os bancos deviam fazer as transferências mensais regulares, não por semestre ou ano. Já viu o que é enviar 500 euros de 8 em 8 meses ou uma vez por ano? 
 
Os meus gastos mensais são: propina: 300 euros; renda - 400 euros; luz, gás, água e comunicação (telefone e internet) - 150 euros; transporte (cartão) - 50 euros, fora táxi e avião; comida - 100 euros; se não adoecer nem precisar de comprar roupa ou calçado. 
 
 
Será que os 500 euros que aconselhou chegam?
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação