Girabola2018: "Grandes" de novo ausentes na 2ª jornada
16-02-2018 | Fonte: Angop
Tal como na jornada inaugural, os dois principais candidatos ao título do Girabola2018 vão adiar os seus jogos da 2ª jornada, que abre hoje (sexta-feira).

O envolvimento nas Afrotaças, em que obtiveram resultados confortáveis na primeira mão, leva o 1º de Agosto (bi-campeão nacional e 11 vezes vencedor do Girabola) e Petro de Luanda (vice-campeão e 15 vezes detentor do trofeu) a adiarem as suas partidas da prova interna.

O 1º de Agosto vai defrontar o 1º de Maio de Benguela ainda sem dada marcada, porque já se encontra no Zimbabwe para a segunda mão das preliminares da liga dos campeões diante do Platinum Stars, a qum venceu em Luanda por 3-0.

O Petro de Luanda, que está emparceirado com o Progresso do Sambizanga, está na mesma situação já que vai visitar o Master Security do Malawi, com vantagem de 5-0.

Assim, enquanto os "papões" não jogam internamente, a segunda ronda regista a recepção hoje, às 18h00, no stádio dos Coqueiros, do Kabuscorp do Palanca ao Sporting de Cabinda, com os palanquinos obrigados a "corrigir" o resultado negativo da ronda anterior (derrota ante a Caála, 1-0).

Terá pela frente uma das formações sensação da primeira jornada, o Sporting de Cabinda, que suplantou em casa a Académica do Lobito, assinalando da melhor maneira o seu regresso ao convívio dos grande de onde foi despromovido há dois anos.

O Interclube (campeão nacional em 2007 e 2010) e o Recreativo da Caála defrontam-se sábado, em Luanda, às 15h00, no estádio 22 de Junho. De resultado imprevisível, apesar de um relativo favoritismo aos caseiros, o encontro vai opor o 4º ao 10º classificado da edição anterior.

Com resultados diferentes na ronda inaugural, os “polícias” empataram com o Desportivo da Huíla, por 1-1, ao passo que os planálticos venceram (1-0) o Kabuscorp do Palanca.

As pretensões dos dois emblemas poderão servir de importante tónico, para um embate renhido, em que a procura dos golos norteará as acções quer dos anfitriões, quer dos visitantes.

Na edição passada, o Interclube venceu (2-0) na 11ª jornada e triunfou por falta de comparência no reduto da própria Caála, na 26ª, por falta de pagamento da arbitragem.

Reforço de peso dos donos da casa é a integração na equipa técnica treinador adjunto Beto Cardeou, que já orientou o Recreativo da Caála, uma mais-valia na transmissão de alguma mensagem sobre o comportamento do adversário.

No mesmo dia, o FC Bravos do Maquis, que vem de um empate com Inter a um golo, recebe o Recreativo do Libolo (vencedor do 1º de Maio 2-0), às 15h00 no estádio Mundunduleno, no Luena, numa partida em que os visitantes terão cautelas para evitarem o desaire (1-0) da época passada.

Trata-se de um desafio em que o 6º classificado do campeonato passado e detentor de quatro trofeus nas últimos sete edições visita o 11º. que ficou a três pontos da despromoção.

O Sagrada Esperança, que já venceu o Girabola (2005) e terceiro da última edição, recebe às 15h00 no estádio com o mesmo nome, no Dundo, o Desportivo da Huíla (8º).

Nas mais recentes apresentações, os lundas regressaram sem "brilho" do reduto do Domant do Bengo, onde perderam por 1-0, enquanto os sulanos foram incapazes de segurar em casa uma vantagem mínima diante do Interclube (1-1).

Na primeira volta do Girabola2017, a vantegem foi para o Sagrada Esperança, por 1-0.

Académica do Lobito e JGM do Huambo medem forças sábado, às 15h00 no estádio do Buraco, numa das várias disputas para evitar a despromoção. O emblema do planalto central conseguiram em casa evitar a derrota na primeira jornada diante do FC Bravos do Maquis (1-1).

Tratou-se de um início auspicioso para uma formação que se salvou da despromoção "graças" à penalização do Progresso da Lunda Sul, por utilização irregular de um jogador.

Os académicos, que acabaram a época passada à beira da despromoção, não tiveram sorte na sua deslocação para o estádio do Tafe em Cabinda, única localidade onde só é possível viajar via aérea. A derrota por um golo diante do Sporting local pode considerar-se surpreendente pelo facto de se tratar um um recem-promovido.

No domingo, será disputado o primeiro jogo entre recem-promovidos. O Cuando Cubango FC, goleado em Luanda pelo Petro (4-0), recebe o confrade Domant do Bengo, vitorioso na recepção do sensacional Sagrada Esperança.

Pela performance dos dois conjuntos na apresentação do Girabola2018, o factor casa não terá o peso habitual nestes casos, mesmo porque o visitante tem mais experiência na I divisão, de onde "caiu" em 2016, enquanto os anfitriões fazem estreia absoluta e numa província sem tradição na "fina flor" do futebol nacional.

O Progresso do Sambizanga (adversário do Petro na 2ª jornada) e o 1º de Agosto são as duas formações que terão duas partidas adiadas e ainda não se exibiram.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário