Líder do MPLA que solução para quadros do partido não reconduzidos
22-02-2018 | Fonte: Lusa
O líder do MPLA, José Eduardo dos Santos, quer ver corrigido o favorecimento da escolha de quadros do partido e a necessidade de posterior colocação, quando não são reconduzidos, que recorda arrastar-se desde "o tempo do partido único" em Angola.
 
José Eduardo dos Santos discursava hoje na abertura de uma reunião do secretariado do Bureau Político (BP) do MPLA, realizada em Luanda, em que participaram os primeiros secretários provinciais do partido.
 
De acordo com o líder do partido no poder em Angola desde 1975, os processos eleitorais internos "têm sido guiados pelo princípio da renovação na continuidade", contudo "os que perdem as eleições ficam desempregados e à espera de nova colocação, sobrecarregando assim o departamento de quadros do partido com processos de pessoas para colocar".
 
"Esta é a situação que vem do tempo do partido único, acho que deve ser corrigido. Duas condições devem ser observadas, os quadros devem ser eleitos por mérito próprio e o partido não deve favorecer ninguém, quem não é eleito ou reconduzido deve procurar meios próprios para a sua colocação", referiu.
 
Outro problema ainda focado hoje por José Eduardo dos santos, que abordou assuntos sobre a vida interna do partido, tem a ver com a dimensão dos aparelhos administrativos do MPLA e os seus orçamentos, que colocam um grande desafio à direção do partido.
 
"Porque não há quase sempre recursos financeiros para garantir uma remuneração justa dos trabalhadores. Quanto ao emprego desses aparelhos administrativos, esses devem ser estáveis e não estarem em constante mudança, por decisão do secretário", considerou.
 
José Eduardo dos Santos manifestou igualmente preocupação, considerando este um "desafio que requer uma profunda reflexão", a formação de dirigentes e quadros do partido, para que conheçam bem os estatutos e os regulamentos do partido.
 
"Os grupos e sessões ou círculos de estudo nos comités de ação deveriam ser reativados, com o objetivo de relançar esse estudo. O DIP [Departamento de Informação e Propaganda] também poderia contribuir para essa formação ou a divulgação, estabelecendo os canais de informação interna, o que já conseguimos aliás, e modernizando as técnicas de comunicação e informação", disse.
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário