FAF reconhece "ambiguidade" na relação com a ZAP
14-04-2018 | Fonte: Angop
O vice-presidente da FAF, José Macaia reconheceu, sexta-feira, no Luena, Moxico, que a relação da instituição com a operadora ZAP, patrocinadora do campeonato nacional de futebol (Girabola) é uma relação relativamente ambígua e funcional.

O vice-presidente entende que o Girabola, por ser a competição em que participam todos clubes, não poderia haver agremiações que beneficiam mais, outros menos e a há quem que nem beneficia, o que é “ambíguo”para si.

Sustentou que a relação entre a FAF e ZAP chega a ser “funcional” pelo facto de atenuar algumas dificuldades financeiras de alguns clubes com menor poder financeiro.

Porém, espera melhoraria do quadro e passar para uma relação mais sólida, eficaz e abrangente, por ser este o papel da FAF.

“ No ano passado teve uma direcção da patrocinadora e este ano tem outra. Este ano já conseguimos negociar com mais abrangência e paulatinamente vamos consolidar a abrangência”, prometeu.

A ZAP patrocina o Girabola há dois anos, mas se desconhece o valor do contracto que o valeu a "rebaptização" da maior festa do futebol nacional, para GirabolaZap.

Há clubes considerados “grandes” do futebol angolano, como o Petro de Luanda e o Interclube, que reclamam as vantagens do contrato e alegam não notarem as vantagens, enquanto que do lado contrário, agremiações “pequenas” como o FC Bravos do Maquis e outros quase que nem recebem nada.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário