Projecto para cobrir Angola com internet grátis esbarra em problemas de energia
19-04-2018 | Fonte: Expansão
A ideia é espalhar pontos de internet grátis em todo o País, mas o projecto Angola Online, orçado em 37 milhões Kz, enfrenta, como obstáculo, os cortes de energia. Em Luanda, três pontos estão sem sinal.
 
O plano de expansão do projecto Angola Online está a ser comprometido por constrangimentos no fornecimento de energia eléctrica em alguns locais onde foram instalados pontos de acesso gratuito à internet.
 
Três pontos centrais dos 53 projectados para Luanda não funcionam, como constatou o Expansão nos largos da Igreja Sagrada Família, no antigo Controlo, na Samba, e no marco histórico 4 de Fevereiro, no Cazenga. Qualquer um deles está inactivo há algum tempo e até as placas que sinalizam a existência de uma zona de internet gratuita foram retiradas do local.
 
O director do Instituto Nacional de Fomento da Sociedade da Informação (INFOSI), Miguel Cazevo, esclareceu que esta situação se verifica pelo facto de alguns locais não terem criado as condições necessárias para albergar um servidor e difusor de sinal de internet. 
 
 
Por exemplo, a igreja Sagrada Família "não tem energia estável, nem gerador, factores que condicionam o funcionamento da rede", explicou, acrescentando que estão a ser desenvolvidas soluções para restituir o sinal na zona.
 
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário