Filemon aponta falta de serenidade no desaire do 1º de Agosto
16-05-2018 | Fonte: Angop
A falta de capacidade na finalização numa forma de transição rápida ofensiva para um resultado positivo do 1º de Agosto foi hoje, defendida pelo técnico Romeu Filemon, na derrota por 1-0 diante do Mbabane Swallows da Eswatini (ex-Suazilândia), em partida da segunda jornada do grupo D da Liga dos Clubes Campeões Africanos em futebol.

Em declarações á Angop a propósito do desaire dos Rubros-Negros no estádio Mavuso, o técnico salientou que apesar do resultado negativo que o conjunto consentiu, nada encontra-se perdido, sendo que ainda estão em disputa 12 pontos.

O técnico que já orientou os “militares” referiu ainda que a equipa deveria começar a competição da melhor forma, devendo conquistar os três pontos em casa e empatar neste desafio no sentido de manter o equilíbrio em termos pontuais.

Apesar disso, Romeu Filemon reconheceu o poderio do adversário que na sua opinião soube criar oportunidades e bastante dificuldade na manobra ofensiva dos angolanos, sobretudo nos jogadores mas influentes da equipa.

Para si, é importante que nos próximos compromissos, os bi-campeões nacionais criem automatismos para trabalhar rigorosamente no sector mas avançado sobretudo nas transições rápidas e finalização onde o conjunto apresenta maior défice.

Romeu Filemon que já orientou a selecção nacional no campeonato africano das nações em 2015, dirigiu no comando dos militares nas épocas 2011-2013 e 2013-2014.

Esta foi a primeira derrota do campeão angolano, depois do empate caseiro na estreia (1-1) diante do Etoile da Tunísia.

O Mbabane assumiu a liderança do grupo com quatro pontos, depois de um empate na primeira jornada em casa do Zesco United da Zâmbia.

No outro jogo desta ronda, o Etoile Sahel da Tunísia recebe quarta-feira o Zesco United da Zâmbia.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário